terça-feira, 11 de abril de 2017

AMAMENTAÇÃO

Olá pessoas queridas...

Sempre sonhei em amamentar e posso dizer que amo por demais!
Quando a Catarina nasceu eu achava que era só colocar no peito e pronto. Mas não é bem assim, mesmo tendo feito "n" cursos, visto "n" técnicas, não foi assim tão fácil.
Ela pegou, mas tinha momentos que ela só queria dormir. Quando "forçávamos" ela a mamar, ou ela dormia no peito, ou doía porque eu não estava relaxada. Eu estava tão preocupada em dar certo que não curtia, até que uma enfermeira no hospital ainda veio encostou no meu ombro e disse "relaxa mãe", aí tudo começou a fluir.

Teve dores depois? Sim, mas sempre firme e forte...
Ela teve uma fase que só queria mamar um peito, por mais que insistisse no outro, ela só queria um, falei então assim vai ser, mas não desisti.

Quando a Victória nasceu eu pensei agora tô craque....Que nada, tomei na cara!
A diferença é que assim que ela nasceu ela já veio pro peito. Mamou que nem uma esfomeada.... e assim foi até hoje....
No hospital mesmo a danada me deu uma mordida que sangrou, mas não desisti também, fomos firmes e fortes!
Ela não teve manias...

As duas sempre mamaram em poucos minutos, mas muitas vezes durante o dia.
Para mim a amamentação é a coisa mais linda do mundo, é um momento seu com o seu filho que nada substitui. É maravilhoso, sou super a favor e acredito muito que a amamentação ajuda muito na imunidade do bebê.

É um sentimento de plenitude poder ver seu filho se desenvolver, crescer e engordar com o seu alimento, mas se não for dessa forma, o seu amor vai continuar fazendo todo esse trabalho pode ter certeza.
O vínculo não está só nesse momento, mas si em todos que vivemos verdadeiramente!

Quanto as cólicas, a Catarina só teve algumas bem pontuais, que descobri que era quando eu tomava o suco de Manga.
E a Victória mesmo com toda a dieta que sempre fiz, ela tinha todas as noites até completar os três meses.
Na dieta que eu fazia eu não comia chocolate, feijão, leite, café, manga e tudo que desse gases. Mas uma é diferente da outra e apesar da dieta igual, uma teve e outra não.

A pediatra sempre me aconselhou com as duas a fazer a livre demanda, mas eu nunca segui tão a risca. Nas duas que sempre dei livre demanda durante o dia, mas a noite não. Todos precisamos dormir, principalmente quando estamos amamentando, pois a produção de leite é maior quando estamos dormindo. Enfim, com a Catarina acordava ela de três em três horas, eu mãe de primeira viagem achava que tinha que ser assim. Mas na Victória segui o conselho da minha mãe (se a criança tiver fome ela vai chorar), e assim foi, só dava a noite quando ela acordava.

Sobre o desmame eu achei que na Catarina ia ser mais difícil. Eu tinha pavor em pensar que a criança estaria andando e mamando no peito, então decidi que ela iria mamar até um ano. Quando estava chegando perto de completar, como achei que poderia demorar o desmame comecei a fazer com 10 meses. Fui tirando uma mamada por vez, nada brusco e repentino. E a bichinha em uma semana já tava mamando na mamadeira sozinha e desmamada completa com 11 meses.
Já a Victória paguei a língua. Ela já está com 1 ano e 3 meses e ainda mama.
Estou desmamando da mesma forma aos poucos, mas a menina é decidida. Quando quer a mamadeira vai tranquilo, mas quando não quer.....E às vezes vai na mamadeira e no peito....kkkk

O importante de tudo isso é sempre achar o jeito de vocês, se encaixar com o jeito do seu filho e nada mais. Teorias e experiências ajudam mas nada é mais importante do que vocês sentirem.
A intuição de uma mãe é maior do que tudo.

Beijinhos...

Mãe das nenis...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo!
Sua presença é fundamental para o sucesso deste blog.
Agradeço pelo seu comentário!